Últimas

Vídeos

Atividades Extracurriculares

As atividades escolhidas pela família para seu filho são elementos importantes na formação integral do aluno e devem ser encaradas com muita responsabilidade e comprometimento.
            A assiduidade e a dedicação do aluno são fundamentais. É preciso mostrar às crianças desde cedo que fazer essas escolhas tem a ver com responsabilidade.

  1. Ballet

    O Ballet Clássico consiste em três elementos inter-relacionados: técnica, música e atuação. As crianças ganham disciplina da mente e do espírito, assim como do corpo. Permite que elas se expressem como indivíduos, artisticamente, o que pode ser passado para os outros aspectos de suas vidas.

    O Ballet, no ambiente escolar, proporciona domínio corporal, encorajando a disciplina física, desenvolvendo uma boa postura, e ainda promovendo a sociabilidade e novas amizades. Esta atividade dá ao estudante uma educação global e pode ser praticada por qualquer criança que queira experimentar o prazer do movimento.

  2. Capoeira

    A capoeira  é uma expressão cultural brasileira que mistura esportecultura popular, artes marciais e música. Essa atividade exige do indivíduo toda sua extensão corporal por ser uma prática que trabalha em união com a necessidade do pensamento rápido, estimulando o desenvolvimento das múltiplas inteligências, tudo isso indissociável com a música.

    A Capoeira tem, no espaço escolar, um leque infinito de possibilidades, registrada como Patrimônio Cultural Brasileiro. Unindo esporte e história de maneira  lúdica com uma  gama de movimentos que proporcionam a comunicação corporal de forma espontânea e bela.

  3. Dança

    Consiste em uma modalidade de dança onde acrobacias de solo ganham destaque na coreografia. O trabalho busca aliar as habilidades já presentes nos alunos com movimentos extra habituais.

    O objetivo da modalidade é desenvolver no dançarino sua capacidade de raciocínio rápido, além de estimular sua consciência corporal, força, flexibilidade, ritmo, coordenação e agilidade. Nesta modalidade, os alunos têm contato com o Tecido Acrobático, que estimula a aprendizagem corporal trazendo novas formas de se ver no mundo.

  4. Dança Flamenca

    A Dança Flamenca é uma arte popular espanhola aplicada ao modo particular de dançar e interpretar a canção. Para os dançarinos desta modalidade, a música é parte integrante do dia a dia e essencial para vivenciar a prática dos movimentos flamencos.

    Nas aulas, os alunos exercitam intensamente a musculatura dos braços e das pernas, além de ser um excelente exercício para a coordenação motora e musicalidade.

  5. Desenho

    A aula de Desenho busca despertar o artista presente em cada um de nós. O professor trabalha visando a valorização dos recursos de representação individual do aluno, o estímulo à coordenação motora, à criatividade, estudo das cores, integração, vivência em grupo e introdução à história da arte através de dinâmicas, desenho, pintura, modelagem, entre outras técnicas.

    A modalidade proporciona ao aluno a oportunidade de desenvolver, através da arte, a concentração, coordenação motora fina e acesso a conceitos artísticos. Cada artista trabalhará com um universo propício a descobrir com diversas pinceladas, diferentes materiais e inúmeras representações, encontrará recursos para desenhar seus personagens, paisagens ou qualquer tema que faça parte de seu imaginário.

  6. Hip Hop

    O Hip Hop é um dos conjuntos de estilos que compõem a Dança de Rua, esse estilo se desenvolve na realidade gestual do indivíduo, por conta de movimentos coordenados e harmoniosos, proporcionando ao corpo uma forma de comunicação e um veículo transmissor de sua própria arte.

    Nas aulas são trabalhadas a agilidade, a memorização, a flexibilidade, a força muscular e a coordenação motora com ritmo e musicalidade, além dos aspectos físico, cognitivo, social e afetivo. Os exercícios praticados nas aulas são muito particulares podendo variar em aulas de movimentos livres buscando a individualidade do dançarino ou aulas com os movimentos complexos focando no aprimoramento da técnica do grupo.

  1. Jazz

    O Jazz é uma forma de expressão pessoal criada e sustentada por quatro divisões básicas: Jazz Lírico, Jazz Dance, Jazz Clássico e Jazz Contemporâneo, apresentando características marcantes numa explosão de energia que irradia de todo o corpo em um ritmo pulsante, dando o balanço certo e a qualidade do movimento.

    Por deixar que cada aluno crie e desenvolva seu estilo próprio, a dança favorece a expressão corporal de cada indivíduo. A aula inclui alongamentos, adaptação aos ritmos e trabalho muscular de várias partes do corpo, principalmente pernas e braços. Junte a isso a diversão de uma aula em grupo e o desenvolvimento da coordenação motora e o jazz se torna um exercício completo.

  2. Jiu-Jitsu

    Apresentado como um esporte de contato, o Jiu Jitsu oferece um ambiente desafiador, porém seguro que permite a criança amadurecer para se tornar um campeão da vida. As aulas têm por objetivo melhorar a concentração, proporcionar auto-estima, disciplina e saúde com total segurança.

    As crianças aprendem, na prática, a competir com honestidade, sendo humilde e reconhecendo os limites. A prática do Jiu Jitsu vai muito além das conquistas do tatame, a disciplina e excelência exigidas pelo esporte busca refletir positivamente no comportamento do praticante.

  3. Judô

    O Judô é uma arte marcial japonesa com conceitos rígidos ligados a aspectos educacionais e de formação do indivíduo, com valores importantes como respeito, integridade e disciplina. O professor trabalha inicialmente com jogos simbólicos, valorizando a estratégia do jogo lógico para ajudar a criança a organizar e compreender a prática do esporte.

    O Judô não é apenas uma brincadeira, mas corresponde ao modo de organizar o mundo e entender qual o seu papel nele. A prática deste esporte traz diversos benefícios às crianças, como a evolução do condicionamento físico, o desenvolvimento da coordenação motora e dos reflexos, a melhora da paciência do praticante e o aumento da resistência do corpo.

  4. Karatê

    O Karatê é uma arte marcial que tem raízes no Japão, muito utilizada como ferramenta na defesa pessoal, também é um grande aliado da educação, dando ênfase a valores e auxiliando na formação de caráter. Os pilares desta atividade consistem em formar os seguintes valores: disciplina, humildade, respeito e hierarquia.

    A prática do Karatê  para crianças tem papel fundamental na fase do desenvolvimento do atleta, aprimorando a coordenação motora e auxiliando as crianças a começar, desde pequenas a conhecer a linha que divide seus direitos de seus deveres. O aprendizado passa pela percepção da lateralidade, espaço temporal, compreensão das técnicas de combate, sem esquecer da parte lúdica, e assim  auxiliando os alunos a produzirem suas próprias iniciativas e noções de responsabilidades.

  5. Sapateado

    Sapateado é um estilo de dança, que tem como principal característica os sons que os dançarinos produzem com os sapatos em contato com o chão. É uma arte corporal e sonora, que por utilizar os pés, exige um desenvolvimento técnico muito específico em que os dançarinos se tornam verdadeiros instrumentos de percussão.

                É um misto de ritmo, técnica, movimento e puro estilo. É uma dança alegre que proporciona o desenvolvimento da percepção musical e coordenação motora. Os dançarinos produzem sua própria música quando fazem os pés cantarem.

  6. Teatro

    Está na nossa essência representar e começamos desde cedo. A prática do Teatro pretende, por meio da arte cênica, favorecer a atenção, observação, imaginação e a criatividade, possibilitando o autoconhecimento e a autoconfiança além de um excelente exercício de escuta do próximo.

    As aulas de Teatro abrem possibilidades infinitas de trabalho: desenvolve habilidades cognitivas como memória e raciocínio, propicia o fazer poético, melhora a dicção,  estimula a memória, atenção, concentração e motiva o exercício do pensamento. Com ajuda do jogo teatral a criança elabora respostas às distintas situações que vive, ampliando sua  consciência e a sua expressão corporal.